Pesquisa personalizada
  • Maringa.com no Facebook
  • Maringa.com no Twitter
  • Maringa.com no Google+

Horário de verão


 

Horário de verão é a alteração do horário de uma região, designado apenas durante uma porção do ano, adiantando-se em geral uma hora no fuso horário oficial local. O procedimento é adotado costumeiramente durante o verão, quando os dias são mais longos, em função da posição da Terra em relação ao Sol, daí o nome em português, espanhol, francês, alemão e outras línguas.

 

Em inglês, por exemplo, o termo "Daylight saving time" (Horário de economia com luz do dia, em tradução livre) enfatiza a função prática da operação, enquanto em italiano "Ora legale" (Hora legal), destaca o caráter artificial da medida.


A ideia de adiantar os relógios para aproveitar melhor as horas de sol foi lançada em 1784 pelo político e inventor americano Benjamin Franklin, numa época em que ainda não existia luz elétrica. Mas sua ideia não sensibilizou nem o governo do seu país, nem o da França, onde foi publicado um artigo seu sobre a possível economia em cera de vela gerada pelo adiantamento do relógio em uma hora no verão. Mais tarde, em 1907, William Willett, da Sociedade Astronômica Real tentou persuadir, sem sucesso, a sociedade britânica a adotar a prática.

 

O primeiro país a adotar oficialmente o horário de verão foi a Alemanha em 1916, durante a Primeira Guerra Mundial, como medida para economizar carvão. O horário de verão contribui para reduzir o consumo de energia, mas a medida só funciona nas regiões distantes da linha do equador, porque nesta estação os dias se tornam mais longos e as noites mais curtas. Porém nas regiões próximas ao equador, como a maior parte do Brasil, os dias e as noites têm duração igual ao longo do ano e a implantação do horário de verão nesses locais, traz pouco ou nenhum proveito.

 

Contudo, seu maior efeito é diluir o horário de pico, evitando assim uma sobrecarga do sistema energético. Segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), "O Horário de Verão tem como objetivo principal a redução da demanda máxima do Sistema Interligado Nacional no período de ponta.

Isso é possível, pelo fato da parcela de carga referente à iluminação ser acionada mais tarde, que normalmente o seria, motivada pelo adiantamento do horário brasileiro em 1 hora. O efeito provocado é de não haver a coincidência da entrada da iluminação, com o consumo existente ao longo do dia do comércio e da indústria, cujo montante se reduz após as 18 horas.

 

 

A medida é adotada anualmente desde 1985. Ela foi criada para haver um maior aproveitamento da luz solar e evitar a necessidade de mais investimentos em geração e transmissão de energia. Ou seja, no fim do período do horário de verão pode-se contabilizar uma grande economia de energia.

 

A alteração no horário acontece em dez estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, além do Distrito Federal. Neste ano, Tocantins não adotará o horário de verão, como havia feito no ano passado, nem a Bahia, que adotou em 2011.

 

A redução da demanda no horário de ponta (entre 19h e 21h) é de até 4,5% (2.695 MW) e a redução no consumo de energia é da ordem de 0,5%. Nos últimos dez anos, a medida possibilitou uma redução média de 4,6% na demanda por energia no horário de maior consumo.

 

 

"O horário de ponta ocorre porque é uma coincidência da entrada da iluminação pública com o consumo nas residências. A hora que as pessoas chegam em casa, daí ligam ar condicionado, televisão, abrem geladeira, vão pro chuveiro. É essa coincidência de consumo que faz o maior consumo nesse horário", explicou o secretário.

 

A norma possui o objetivo de conscientizar a população em relação ao aproveitamento da luz natural, além de estimular o uso, de forma racional, de energia elétrica. Na prática, o adiantamento do horário em uma hora diminui o carregamento nas linhas de transmissão, subestações e nos sistemas de distribuição, de forma que, o atendimento em períodos de maior consumo ocorra com maior eficiência. 

 

 

Fonte:

Ministério de Minas e Energia

Voltar

CLASSIFICADOS MARINGÁ.COM



192 CANAIS SEM MENSALI...
Venda, Instalação e Atualização dos Recep...
R$ 0,00


Cartucho HP Cartucho I...
- Cartucho HP 122 Color de 2ML = 40.00 - Cartucho HP 122 Preto de 2...
R$ 40,00


CAMA ELÁSTICA,PISCINA ...
LOCAÇÃO DE BRINQUEDOS É NO MUNDO ENCANTADO LOCAÇÕES, TEMOS; CAMA-EL...
R$ 0,00


Jardim Três Lagoas
VENDA | TERRENO * Observações Ótimo terreno, para construção res...
R$ 150.000,00


CLASSIFICADOS GRÁTIS