Pesquisa personalizada
  • Maringa.com no Facebook
  • Maringa.com no Twitter
  • Maringa.com no Google+

CULTURA: 31ª Edição da Semana Literária & Feira do Livro

CULTURA: 31ª Edição da Semana Literária & Feira do Livro



Período: 10/09/2012 (Segunda) a 14/09/2012 (Sexta-Feira)
Local: Sesc

Programação

SEMANA LITERÁRIA & FEIRA DO LIVRO SESC - 31ª EDIÇÃO

Reinventar-se em tempos apressados
O mundo gira numa velocidade estonteante,
capaz de nos passar inúmeras rasteiras durante
um único dia. As novidades se amontoam
à nossa volta sedentas de atenção.

Tudo o que é de ontem se desmancha numa
nuvem de desimportância. O novo — no ritmo
alucinado da vida — impõe-se, sufoca-nos. A
tecnologia de hoje será obsoleta, ultrapassada,
anacrônica, num piscar de olhos. A vida é
escancarada em redes sociais. Todos podem
falar com todos sem parar. Não há fronteiras
para a exposição. O mundo está escancarado,
nu diante de si mesmo.
E o que a literatura e sua lentidão têm a ver
com estes tempos de ímpetos enfurecidos?
Talvez a necessidade de contraposição à “loucura”
diária e de transformar-se numa pacata
ilha de resistência. Ou então resistir, combater
e, se necessário, aliar-se à rapidez instalada.
A literatura precisa reinventar-se, recriar-se?
De que maneira a criação literária acompanha
(ou combate) esta algaravia sonora e imagética?
Os breves textos de Dalton Trevisan (autor
homenageado pela Semana Literária do
Sesc Paraná), nascidos na metade do século
XX, preconizavam a ligeireza deste século XXI
em plena ebulição?
Esta discussão — a capacidade/necessidade
de a literatura reinventar-se, recriar-se — estará
no centro do amplo palco que o Sesc PR
espalha por todo o estado durante a Semana
Literária. O desafio não é encontrar respostas
definitivas, mas ampliar uma reflexão das
mais significativas: o que a lentidão, a reflexão,
o recolhimento, o silêncio da literatura
podem fazer para ampliar seu espaço num
mundo invadido pela imagem, interatividade
e novidade.

Questões rondam a literatura: ainda há espaço
para os grandes romances panorâmicos
do século XIX; qual é o espaço para a poesia;
que Brasil é construído a partir da ficção contemporânea;
há uma marca que sobressai na
atual ficção brasileira; quem é o leitor e como
será o leitor do futuro; a crítica literária consegue
dar conta da imensa produção nacional?
É certo que, diante disso tudo, impõe-se a necessidade
da construção de uma sociedade
leitora. Não é novidade que o Brasil não é um
país de leitores. O olhar atento intui. As pesquisas
comprovam. A terceira edição da Retratos
da Leitura no Brasil, realizada em 2011
pelo Ibope e Instituto Pró-Livro, aponta que
apenas 50% da população brasileira acima de
cinco anos pode ser considerada leitora. Os
índices de leitura entre os leitores também não
são nada animadores. Lemos cerca de quatro
livros por ano, incluindo os didáticos, aqueles
obrigatórios na escola. Sem eles, os brasileiros
leem pouco mais de um livro por ano.

E identifica-se um contrassenso neste panorama.
Se ainda lemos muito pouco, por outro
lado, o Brasil tem uma produção editorial espantosa,
principalmente com a chegada de
grandes grupos estrangeiros, a proliferação
de prêmios e eventos literários país afora e
uma grande profusão de novos autores surgindo
em tiragens independentes, na internet
ou mesmo por grandes editoras. Para se ter
uma ideia mais clara do panorama atual, em
2010, segundo dados da Câmara Brasileira
do Livro, o Brasil editou 55 mil títulos, numa
média de 210 obras por dia útil, em todos os
gêneros. Graças a compras governamentais,
a literatura tem participação significativa neste
expressivo volume.

Se estamos em meio a um turbilhão de informações,
contradições, questionamentos,
nada mais salutar do que dedicar esta Semana
Literária do Sesc Paraná à discussão dos
inúmeros pontos de interrogações que nos
desafiam a cada instante. As perguntas, as
dúvidas, são inúmeras e múltiplas. Portanto,
é imprescindível um amplo diálogo em torno
delas. É provável que não encontremos respostas,
que os autores não as tenham para as
nossas angústias, mas estaremos nos preparando
(e bem) para encarar novas perguntas.

Rogério Pereira – curador

PARTICIPAÇÃO
Academia de Letras de Maringá
Livrarias participantes
Livrarias do Chaim
Livrarias Curitiba
Livraria Espaço do Livro
Livrarias Paulinas
Sebo Multimania

Ambientação do Espaço Infantil:
Rozze Cruz

Oficinas Literárias
8h às 11h e 13h30 às 17h
As Oficinas Literárias acontecem
todos os dias como atividade permanente,
de hora em hora, necessitando
de agendamento prévio.
A programação cultural da SEMANA
LITERÁRIA está dividida em três
segmentos, todos eles GRATUITOS:
Área Geral: programação para adultos,
encontros com autores, oficinas
e mini cursos.

Infantil e Juvenil: dedicado ao público
infantil e juvenil, EJA, professores,
educadores e mediadores de leitura;
Agendamento: dedicado a escolas,
deve ser feito através do e-mail:
laidesousa@sescpr.com.br
josimaroliveira@sespr.com.br
Inscrições para cursos, oficinas e
mesa de bate papo: Podem ser feitas
no SAC - SERVIÇO DE ATENDIMENTO
AO CLIENTE, nos e-mails:
laidesousa@sescpr.com.br
josimaroliveira@sespr.com.br

Mapa do Local

 

 

 

 

 

 



Voltar

CLASSIFICADOS MARINGÁ.COM



AUDI A3 TURBO 180 cv. ...
Audi A3.Turbo 180 cavalos, 2003. 1.8 T.vermelho, top de linha, compl...
R$ 0,00


PARAFUSO DE RODA CROMADO
parafusos cromados para rodas de liga leve, diversa aplicaçoes. PRAÇ...
A Combinar


NEGÓCIO FECHADO
DIREITOS DE 1/2 TERRENO NO JD. OURO VERDE III, QUADRA 05 PRÓXI...
R$ 12.500,00


45.000 MIL 475 METROS
TERRENO EM MARINGA COM 475 METROS PLAINO NAO VAI ATERRO 45.000 MIL NO...
R$ 45.000,00


CLASSIFICADOS GRÁTIS