• Maringa.com no Facebook
  • Maringa.com no Twitter
  • Maringa.com no Google+

08/08/2018 (Quarta)


RECICLAGEM
Sema realiza mutirão de coleta de lixo eletrônico e vidros



A Secretaria de Meio Ambiente e Bem Estar Animal (Sema) realiza entre os dias 16 e 19 de agosto mutirão de coleta de lixo eletrônico e vidros. A ação acontece das 9 às 16 horas em dois pontos: ao lado da Biblioteca Municipal do Parque das Palmeiras (Avenida São Judas Tadeu) e na Praça das Antenas nas proximidades do Bosque das Grevíleas. A Sema sensibiliza a comunidade local para participação.

Podem ser destinados computadores e demais componentes, celulares, além de televisores, micro-ondas, liquidificadores e outros eletrodomésticos. Relacionados a vidros, os locais receberão garrafas, potes, frascos e outros produtos com o material. É o terceiro mutirão de coleta a ser realizado pela Sema apenas este ano. Nos dois primeiros, específicos para lixo eletrônico, coletou 12 toneladas de resíduos.

Embora servidores da Sema realizem a triagem dos produtos, é importante que a comunidade separe vidros do lixo eletrônico. Os produtos serão transportados pela Secretaria de Serviços Públicos (Semusp) até as cooperativas especializadas: Coopercanção (eletrônicos) e Coopervidros (vidros).

A trituração do vidro é feita na própria cooperativa que comercializa com empresa de reciclagem paulista na fabricação de copos, pratos e embalagens conforme a qualidade do material. Nos eletrônicos são separados o plástico, cobre, alumínio, além de outros metais e materiais destinados a empresas de reciclagem paulistas e paranaenses. Como no caso dos vidros, a fabricação de um novo produto depende da qualidade e o tipo de materiais.

O secretário de Meio Ambiente e Bem-Estar Animal, Ederlei Alkamin, destaca que a reciclagem é fonte de renda para mais de 40 famílias das duas cooperativas e lembra que os mutirões serão mensais. “Contamos com o apoio da comunidade nesta ação que reduz passivos ambientais, economiza gastos com aterro de recicláveis e previne a comunidade de doenças provocadas pela destinação incorreta”, ressalta.

Entre os metais pesados presentes no lixo eletrônico estão o chumbo, cádmio, mercúrio, chumbo, arsênio, berílio extremamente nocivos à saúde. Além do câncer, alergias e problemas nos sistemas nervoso, endócrino e imunológico, a destinação incorreta desses produtos contaminam o solo e águas subterrâneas, comprometendo qualidade da água e a vida da fauna aquática.

Lâmpadas fluorescentes
Lâmpadas fluorescentes devem ser destinadas exclusivamente aos revendedores, conforme a logística reversa da Política Nacional de Resíduos Sólidos. Para facilitar a destinação, a Sema firmou parceria com empresa especializada e disponibilizou pontos de coleta nas redes dos supermercados Cidade Canção e Super Muffato.



Voltar

Outras notícias

CLASSIFICADOS MARINGÁ.COM



INSTALAÇÃO AR CONDICIO...
Instalação, conserto de aparelhos convencional on/off ou inverter, ma...
R$ 0,00


Vendo casa em Mandaguaçu
Casa em ótima localização, com quartos e garagem ampla. Aceita-se MCM...
R$ 145.000,00


Casa em Maringá
Vende-se casa com: Sala, Cozinha, 3 Quartos Banheiro. 2 vagas...
R$ 195.000,00


EMPRÉSTIMO DE DINHEIRO...
ACEITAMOS: VISA, MASTER ,HIPER ,AMERICAN EXPRESS, ELO, ATE 12X. A M...
R$ 0,00


RODA 17''
Vendo Rodas 17'' furação 4x100 igual da foto...
R$ 2.220,00


CLASSIFICADOS GRÁTIS