• Maringa.com no Facebook
  • Maringa.com no Twitter
  • Maringa.com no Google+

07/11/2019 (Quinta)


MOBILIDADE URBANA
Maringá recebe evento nacional de cicloativismo, o 'Bicicultura'



O evento é um encontro com ciclistas de todo o Brasil para celebrar e impulsionar a cultura da bicicleta como meio de transporte. - Foto: Eduardo Simões

Acontece em Maringá entre os dias 14 e 17 de novembro a 5° edição do Bicicultura, o maior encontro de mobilidade urbana do Brasil - organizado pela comunidade cicloativista. A programação envolve atividades como palestras, workshops, exibição de filmes, atrações musicais e rodas de discussão, todas acerca do tema “Cicloativismo, Memória e o Agora”.

Segundo a organização do evento, essa será a segunda vez que o Bicicultura acontece fora de uma capital. Maringá fica no noroeste do Estado do Paraná e tem pouco mais de 400 mil habitantes, segundo dados do IBGE 2018. A ideia de interiorizar o evento surgiu em 2017, a partir da Ciclonororeste (Associação dos Ciclistas do Noroeste do Paraná), quando no encontro de Recife, Pernambuco.

Segundo Eduardo Simões, cicloativista e membro da associação, o movimento de interiorização é importante já que as cidades de pequeno e médio porte têm necessidades diferentes das grandes capitais, mas também precisam ser incluídas no debate sobre mobilidade urbana.

“Maringá tem suas especificidades, como toda cidade. Estamos em uma região metropolitana que é composta de cidades consideradas pequenas no entorno e poucas delas são conurbadas. Além disso, temos uma qualidade de vida considerada acima da média no Brasil, o que necessita manutenção constante. Ou seja, é urgente pensarmos em políticas de mobilidade urbana para nossa cidade. Isso pode servir de modelo para outros municípios também, ampliando a discussão para que todos e todas possam fazer um uso democrático do espaço público“, explica ele.

CICLOATIVISMO, MEMÓRIA E O AGORA - O tema escolhido para o Bicicultura 2019 resgata a importância da preservação da história dos movimentos sociais. Nessa proposta, o evento convida os ciclistas a resgatarem e compartilharem suas próprias vivências.

O Bicicultura, de acordo com os idealizadores, é pensado para ser um espaço de convívio, compartilhamento de conhecimento e formação de alianças entre ciclistas, cicloativistas e interessados, de todos os setores sociais. O encontro também tem o objetivo de aprofundar as discussões políticas, tecnológicas, culturais e econômicas em relação ao uso da bike.
Em Maringá, nos quatro dias de atividades, o encontro recebeu pessoas de todo o país para elaborar, de forma conjunta, agendas comuns sobre o uso da bike, além de fortalecer e qualificar ações de cicloativismo locais.

“É um evento de escala nacional, que é importante porque reúne os cicloativistas com várias entidades. Então, é uma rede de colaboração. São vários grupos fazendo o evento, com a ideia de discutir o direito à cidade, a cultura da bike e, sobretudo, a bicicleta e os outros meios de transporte ativos de forma geral”, explica Eduardo Simões.

VOLUNTARIADO - O Bicicultura é todo organizado por voluntários e quem tiver interesse em colaborar de alguma forma, pode fazer a inscrição no site https://bicicultura.org.br/.

Uma das formas de colaborar é oferecendo hospedagem solidária para os participantes que virão de todo o Brasil. Mais do que oferecer a hospedagem, a proposta desse modelo é promover a integração. A ideia é estabelecer novos vínculos entre os ciclistas, cicloativistas e interessados no tema, expandindo e fortalecendo ainda mais a discussão sobre a mobilidade e ocupação urbana.

A hospedagem solidária é parte fundamental para que o evento aconteça e reúna pessoas de todo o país. Tanto os interessados em serem anfitriões voluntários, quanto quem pretende vir à cidade para o encontro e procura por hospedagem, podem fazer a inscrição pelo site do evento.

PROGRAMAÇÃO - Um dos destaques da programação vai ser o Desafio Intermodal, que consiste em um teste feito para comparar a eficiência de diversos modais de transporte com a bike. Para isso, os modais “desafiantes” saem todos juntos de um local em direção a um destino comum.

A palestra de abertura vai contar com a presença do deputado estadual Goura Nataraj, que é cicloativista e defensor de políticas de mobilidade urbana com foco nas bicicletas. Também vai rolar uma palestra com a pesquisadora da USP (Universidade de São Paulo) Letícia Lindenberg Lemos, que relaciona a discussão de mobilidade urbana aos debates sobre igualdade de gênero.

Serviço
Confira a programação completa dos quatro dias de evento acessando Bicicultura 2019.


Assessoria de imprensa


Voltar


Outras notícias

CLASSIFICADOS MARINGÁ.COM



EMPRÉSTIMO DE DINHEIRO...
Dinheiro na hora, Passe o cartão e saia com dinheiro. Aceitamos ...
A combinar


EMPRÉSTIMO DE DINHEIRO...
Dinheiro na hora, Passe o cartão e saia com dinheiro. Aceitamos ...
R$ 0,00


DUO SAT, BTV BX, HTV 6...
Aceitamos: Visa, Máster, Hiper Card, American Express, Elo, Cooper....
R$ 650,00


NEGÓCIO FECHADO
Vende-se kit cibie para o Civic ano 2000 novo na caixa vem completo...
R$ 370,00


Envelopamento Líquido
Promoção do dia Envelopamento líquido 500 ml disponível nas cor...
R$ 0,00


ZERO ENTRADA MANDAGUAÇU
Parcelas de 560 Reais, perto do centro, Asfalto, AUTÔNOMO PODE! óti...
R$ 103.000,00


C3
C3 completo, sem detalhes com todas as revisões realizadas
R$ 33.000,00


Sala para Escritório
Sala para escritório mobiliada, estrutura completa. Armário, cadeir...
R$ 2.350,00


Vendo Peugeot 208, All...
PEUGEOT 208, ALLURE 1.5 MODELO INCONSERT 2016/2016 - 60.000 km -...
A combinar


Eletricista predial e ...
Trabalho com excelência e qualidade! Eletricista - Vinícius Raphae...
A combinar


CLASSIFICADOS GRÁTIS