Pesquisa personalizada
  • Maringa.com no Facebook
  • Maringa.com no Twitter
  • Maringa.com no Google+

A necessidade de um diálogo franco e aberto é como uma atitude preventiva em relação as drogas

A pré-adolescência é a fase onde se pensa que já crescemos e amadurecemos. O adolescente quer dar o seu grito de liberdade, faz comparação entre suas idéias e pensa fortalecer sua identidade junto a grupos ou turma de amigos.

Segundo a psicóloga clínica, Elenice Galacini, "buscar turmas, não significa algo perigoso: os adolescentes tendem a escolher seus amigos à sua própria semelhança, mais do que ser negativamente influenciados por eles."

A necessidade de um diálogo franco e aberto é como uma atitude preventiva, acolhendo ao interesse de dúvidas ou perguntas de seus filhos. É interessante não mitificar o assunto e ao contrário disto esclarecer e informar. O diálogo plantado em solo afetivo, sem agressões ou terrorismos será positivo e educativo. Utilizar este diálogo como troca de informações que vem para assegurar o amor dos pais por seus filhos

Drogas e a Família
Mudanças de comportamento repentinas, agitação psicomotora ou quando os pais observam seus filhos evitando os costumeiros encontros diários , podem ser indícios de que seu filho necessita de ajuda. Elenice explica que os pais que não conseguem determinar claramente os limites e regras à seus filhos, assim como favorecer sentimentos de auto-disciplina e auto-estima, não estão atuando efetivamente como pais.

Elenice, aponta alguns sinais de comportamento ou sintomas que indicam uso de drogas. são eles:

• Desejo de se isolar dentro de casa;
• Dificuldades sérias de relacionamento familiar;
• Mudar de amigos , envolver-se com estranhos;
• Mostrar –se frequentemente irritado, agressivo, rebelde, depressivo, sem motivo aparente;
• Olhos avermelhados, nariz escorrendo;
• Mentir frequentemente;

É o momento dos pais oferecerem o diálogo e sua proteção. em alguns casos, a disponibilidade dos pais fica alterada principalmente por sentirem que vivenciam um problema. porém, a única saída é a família reconhecer este fato e não se omitir ou culpabilizar , escondendo–se atráves dele.

Drogas e sua Incidência
Droga é qualquer substância natural ou sintetizada que, ao ser utilizada, produz alterações no sistema nervoso central da pessoa e altera seu estado emocional e comportamental.

Um estudo realizado pelo CEBRID, em 1997 , entre estudantes de escolas públicas (primeiro e segundo grau ) em dez capitais, 27% já haviam experimentado algum tipo de droga. o álcool, seguido de tabaco são os de maior preferência. em segundo lugar, a maconha e o crack foi citado por 0,2% dos estudantes. Cabe ressaltar que o êxodo escolar é provocado pelo crack , uma das substâncias que mais causa dependência. existe um comércio de drogas legalizadas que facilita o consumo. outras de baixo custo o que facilita o consumo .

A psicóloga Elenice Galacini esclarece: "no ínicio do uso da droga , qualquer que seja o tipo de efeito , a droga pode produzir uma sensação de bem ou mal estar , sendo assim se a sensação for a de prazer ,quer se repetir a experiência".

A intensidade deste comportamento, dificuldades sociais e no convívio familiar apontam para drogadição ou farmacodependência, é uma doença. além de se abrir canais de diálogos em muitos casos deve-se buscar um tratamento adequado auxiliado por profissionais .

Consultoria:
Psicóloga Clínica
Elenice Murta Galacini
fone:2272476

colaborou: Isabel Nobrega

22/04/2000

Voltar

CLASSIFICADOS MARINGÁ.COM



INTERNET RESIDENCIAL E...
PROMOÇÃO 60 DIAS PARA PAGAR PRIMEIRA MENSALIDADE - N&at...
A Combinar


Terreno 54.500m²
Àrea de 54.500m2, na saída p/ Astorga á 2.00...
A Combinar


BIVOLTS - INSTALAÇÃO ...
A BIVOLTS vem com o propósito de proporcionar confiança...
A Combinar


Técnico de tv via saté...
TÉCNICO DE TV VIA SATÉLITE VENDAS E INSTALAÇÕES E MANUTENÇÕES DE REC...
A Combinar


CLASSIFICADOS GRÁTIS